VÍDEOS

Chamada e retrospectivas do Festiva de Cinema FICC.

Artistas e diretores de cinema levam o público à emoção no IV Festival de Cinema FICC


No estilo tapete vermelho, a Cerimônia de Premiação do IV Festival de Cinema FICC aconteceu na noite desta terça-feira no clássico Cine Odeon, centro do Rio de Janeiro.


O evento contou com a presença ilustre do Senador e Prefeito eleito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella e da escritora Sylvia Crivella. Na comitiva do prefeito eleito marcaram presença o deputado estadual Ezequiel Teixeira e sua esposa Pra Marcia Teixeira, entre outros convidados deputados e vereadores.


Reuniu artistas, jornalistas e profissionais do cinema e entretenimento, André Segatti e Raquel Nunes comandaram a festa e Andrea Avancini, Aurora Bello, Keff Oliveira, Anita Amizo, Louise Nagel, Stephannie Mello, Maria Pugliese, Samuel Fabre, Luciano Blessed, André Câmara e Jhon Jhon Oliveira apresentaram as categorias na cerimônia.


Marina Miranda, ícone da TV Brasileira, com 64 anos de carreira levantou o público com aplausos com a sua participação especial.


Thalita Pertuzatti, Jairo Bonfim e Moses Gomes emocionaram a todos com apresentações musicais.


Thalita Pertuzatti arrancou muitos aplausos com a musica I Will Always Love You, uma saudação a Whitney Houston.

ficc2016_mi_garcia-76

Califórnia Filmes recebeu o Certificado de Reconhecimento por exibir mais filmes cristãos nos cinemas nacionais e o diretor Ygor Siqueira representou a empresa e destacou a importância da distribuidoras.


A Rede Boas Novas recebeu o Certificado de Reconhecimento por ser a TV que mais exibe filmes cristãos e o diretor nacional André Câmara e a apresentadora Naiane Câmara receberam o certificado. Naiane contou o inicio da história da emissora e o desejo de alcançar o mundo com a mensagem transformadora.


A Curadoria foi composta pela atriz Rosana Dias e a produtora de cinema Katia Balbino e a Comissão Julgadora por Megg Santos roteirista da Rede Globo, Nixon Alves da RioFilme, Roberta Foster, atriz de novelas da Rede Globo, Moses Gomes produtor musical e Elias Antoine diretor de arte e figurinista tiveram a árdua tarefa de selecionar os melhores filmes das mais de 130 obras nacionais e estrangeiras inscritas em 20 categorias.


O longa “Um lugar pra ser feliz” foi o recordista da noite, indicado a diversos prêmios, foi o vencedor de “Melhor Fotografia”, “Melhor Música” de Marcela Tais, “Melhor Ficção”, “Melhor Filme Evangelístico” e “Melhor Ator” com Victor Pecoraro que trouxe uma reflexão aos convidados sobre o amor que é o elemento mais importante. O diretor Fábio Faria expressou sua emoção e alegria por participar desse momento histórico.

“Anita” o longa que retrata a história da guerreira sul brasileira que se juntou às tropas dos Farrapos e se tornou uma heroína revolucionária não só no país, mas também na Itália, foi vencedor de “Melhor Direção de Arte”, “Melhor Figurino” e “Melhor Atriz” com Lize Souza que falou da importância de filmes cristãos.

O longa “Ponho a mão no fogo” levou os prêmios de “Melhor Roteiro” e “Melhor Diretor” e pelo voto popular como “Melhor Longa Metragem Nacional”. O diretor premiado André Amado chamou atenção dos empresários para investirem no cinema cristão e emocionado falou da unidade dos cineastas e destacou a importância do Festival de Cinema FICC.


O prêmio de “Melhor Filme Estrangeiro” foi entregue aos produtores da Canzion Films distribuidora do filme vencedor “Quarto de Guerra”,  que emocionados falaram do alcance que o filme teve e por evangelizar milhões de espectadores. A entrega do prêmio foi aplaudida de pé pelos convidados.


“O Obituário de Manny” foi vencedor da categoria de “Melhor Média Metragem” dirigido por Andre Wacemberg de Recife e “Acharam que era mais um pedido de esmola” recebeu o prêmio de “Melhor Curta Metragem”, que incentiva as pessoas ao abraço.


A “Melhor Série” ficou com “Eu Vou te Esperar”, Maurício Bettini, diretor da série, recebeu o prêmio e disse que a série está ainda na terceira temporada, agradeceu e reconheceu que o caminho para alcançar este resultado foi difícil. A série já conta com mais de dois mil acessos e muitos testemunhos.


“Melhor Documentário” foi entregue a equipe de produção do filme “Índia: Revelando o Amor que nos Une”, a produtora Bruna Steudel agradeceu o prêmio e disse que produzir o filme a fez olhar o mundo de uma outra maneira e espera passar esta mesma concepção aos telespectadores. A equipe de fotografia também agradeceu o prêmio e enalteceram o poder de Deus sobre seu trabalho.


“Mãe de Giz” foi vencedor da categoria de “Melhor Animação” que muito emocionado e surpreso o diretor agradeceu aos presentes no evento.


“Os melhores dias da minha vida” foi vencedor da categoria de “Melhor Filme Teen” e “Lugar de Vida – Eyshila” foi vencedor do “Melhor Clipe Musical” produzido por Marco Túlio.


Na categoria “Melhor Filme SócioAmbiental”, o vencedor foi o “Projeto Notas Azuis” que visa beneficiar jovens da Comunidade da Rocinha. O piloto e cineasta João Ren emocionado falou da importância de investir nas comunidades e também recebeu do Instituto Eventos Ambientais – IEVA o Certificado de Reconhecimento de filme sustentável.

ficc2016_mi_garcia-93

O diretor do Selo IEVA Alexandre Gontijo e o Dr Carrera convidaram a diretora do Festival de Cinema FICC, Veronica Brendler a receber o Certificado de Evento Sustentável.


Pela primeira vez o festival abriu a categoria de Melhor Filme Nacional com participação do público.


Seguem os prêmios segundo as categorias, o Longa Metragem foi para o filme Ponho a mão no fogo, o Media Metragem foi para o filme Boneca, o Curta Metragem foi para o filme Acharam que era mais um pedido de esmola, a Serie foi para Eu vou te esperar, o Documentário foi para Analzira Nascimento: A enfermeira que ficou e a Animação foi para Midinho em as Viagens Missionárias de Paulo.


A diretora do Festival de Cinema FICC, Veronica Brendler falou do seu chamado em 2007 para produzir mostras e festivais de cinema, fez menção à Rede Record que investe em novelas bíblicas e o filme cristão Os Dez Mandamentos, a maior bilheteria da história nacional. Verônica destacou que quando aceitamos a insatisfação alguém deixa de receber e que nada disso aqui tem importância se não for realizado pra glorificar o Rei dos reis.


Promovido pela Agenda Cultural Brasil, o Festival de Cinema FICC também foi marcado com palestras, exibição de filmes na Mostra de Cinema nos dias 12 e 16 de novembro na Igreja Sara Nossa Terra de Copacabana.


O produtor de eventos e publicitário Mauro Cardoso de Paris da França ministrou sobre “Produção e concepção de eventos, organização e conceitos de comunicação e de projetos culturais”. Eduardo Castor Jr ministrou sobre “Efeitos Especiais de Maquiagem” e Megg Santos roteirista da Rede Globo palestrou sobre “Roteiros”.


Acompanhe as notícias pelas redes sociais!


Acesse e Curta: www.facebook.com/FestivaldeCinemaFICC


Siga o Instagram: Festival de Cinema FICC


Siga o Twitter https://twitter.com/cinema_ficc


Equipe de Comunicação

INVESTIDORES

Confira nossos patrocinadores, parceiros e imprensa que investem no Festival Nacional de Cinema Cristão

PATROCINADORES

PARCEIROS

Confira os parceiros do Festival Nacional de Cinema Cristão.

IMPRENSA

FOTOS / IV FESTIVAL DE CINEMA FICC

Confira as fotos do IV Festival de Cinema FICC realizado no histórico Cine Odeon.
Fotos: Mi Garcia

Confira mais fotos do IV Festiva de Cinema FICC.

Galeria 1
Galeria 2